Maria Laura Santillán por Pilar Bustelo

Salvar

Mão do jornalista

Maria Laura Santillán fotografada por Pilar Bustelo

Peça:
Diga ao mundo. Metal branco 30 x 26 x 18 cm. .

BIO

Maria Laura Santillán. Nascido em 15 de março de 1962, é uma televisão Argentina e jornalista condutora. Desde faz mais de 25 anos trabalha para o grupo Clarín em vários meios de comunicação, estão já a televisão, rádio ou gráficos. Ela foi casada com Carlos de Elía, Gerenciador de notícias Artear e tem duas filhas.

Ele começou a estudar na faculdade de filosofia e letras da Universidade de Buenos Aires. Então ele acrescentou às cartas seus estudos do discurso no Instituto superior de educação de rádio (ISER). Sua carreira começou em 1983 como um cronista dos serviços de informação na Rádio Splendid e rádio Rivadavia e o programa muito rápido de Héctor Larrea. Ela era casada com Marcelo Morano e entre 1990 e 2009, com o jornalista Carlos Elía.

Desde 1991 trabalha Camal treze, onde ele tem hospedado e produziu programas diferentes, como o Fax, a causa comum de talk-show e Telenoche investiga, entre outros. Atualmente lidera as notícias ao lado de Santo Biasatti Telenoche. Ele liderou a Argentina no braço e, atualmente, David e Golias por Todo Noticias. Tem participado como palestrante em conferências como a sul-americana Business Fo

rum.La Fundação Dr. Henry Rossi apresenta uma nova proposta ligada à arte, a fim de aumentar a conscientização sobre a importância do auto-exame na prevenção do câncer de mama. Nesta ocasião será catorze esculturas criadas especialmente para o #ArtistaEnMetal #Marcelo Toledo, que inspirou a mão das mulheres convocada, como talento especial de cada um, o que representa cada peça. A partir disso, foram fotografadas por proeminentes fotógrafos argentinos, gerando esta exposição inovadora, cuja missão é criar uma consciência de lo simbólico, para a prevenção do cancro da mama desde são-lhes as mãos deles mulheres, que podem, através do teste de auto detecção precoce da doença.

"Nas mãos dessas mulheres representam nas mãos de todas as mulheres, buscando mobilizar a consciência e formando a ideia de que cada um é único e irrepetível, que pode ser distinguido de outras mulheres, por sua atividade, por suas características pessoais ou sua textura, mas que dada a possibilidade de contrair câncer de mama, todos se tornam iguais.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Marcelo Toledo

En este momento estoy trabajando en la mejor de mís obras!

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(+54 11) 43 62 08 41
Humberto 1º 462
C.P. 1103ACJ San Telmo
Buenos Aires, Argentina

Newsletter